Dieta Japonesa
11/07/2017 Comentarios 0 158 Visualizacoes

Dieta Japonesa

Normalmente em uma dieta saudável ingerimos mais frutas, verduras, legumes e consumimos uma carne mais magra, principalmente peixe, que é praticamente sem gordura alguma. E quando se trata de uma tradição assim, qual cultura lhe vem na mente? Se você respondeu a japonesa, com toda certeza está certo (a), afinal o índice de pessoas saudáveis no Japão é muito maior que em diversas outras regiões do mundo.

E é por isso que hoje estaremos falando um pouco mais sobre a Dieta Japonesa, um termo criado para uma alimentação mais rica em proteínas de origem vegetal e provenientes dos peixes (origem animal), assim como o consumo de tudo o que foi citado acima. Ela conta com quase zero ingestão de açúcares e gorduras, e é feita com indicação médica, por quem quer perder peso rápido, pois é uma dieta feita apenas por 7 dias.

Segundo relatos ela é capaz de reduzir o peso de 3 a 7kg nesta semana em que é realizada. A dieta é bem rigorosa e é preciso cuidar e estar atento aos efeitos colaterais. Mas tudo vai depender do seu tipo de metabolismo, onde em alguns casos, até mesmo parte da massa muscular é perdida nesses dias, e não deve ser feito a prática de exercícios pesados.

É uma opção de dieta de desintoxicação, podendo ser adaptada por seu nutricionista. Confira mais detalhes a seguir.

dieta japonesa

O que é e como funciona a Dieta Japonesa?

A dieta japonesa é uma dieta baseada na ingestão de proteínas proveniente dos peixes, ricas em vegetais, legumes e frutas. Além disso o consumo de água e chás é prioridade nela. Por ser uma dieta bem restritiva, profissionais da saúde (médico e nutricionista) que fizerem a recomendação dela, citam que ela deve ser feita por um curto espaço de tempo, normalmente de no máximo 7 dias, seguida por uma reeducação alimentar, onde você voltará a consumir outros alimentos, mas de forma consciente, com baixa ingestão de gorduras, sem o consumo de refrigerantes e sucos industrializados, baixa ingestão de doces e farinha de trigo, bem como seus derivados.

A dieta é feita com o baixo consumo de carboidratos e com a baixa ingestão de calorias, itens fundamentais para o emagrecimento, mas que deve ser feita com acompanhamento, justamente pelos riscos a saúde, quando feito de forma errada. Mas apesar das limitações, ela é bem saudável.

O consumo de peixes na Dieta Japonesa

Uma das principais fontes de proteínas dos japoneses são os peixes. Eles possuem praticamente zero gordura, principalmente os filés, são ricos em vitaminas e minerais, além é claro, do importante Ômega 3 e 6, nutrientes fundamentais para a saúde do coração.

Informações nutricionais do Salmão:

Como por exemplo o Salmão, um dos peixes mais consumidos por lá, a cada 100g de Salmão do Atlântico, cru, contam com:

  • Calorias: 208
  • Proteínas: 20g
  • Carboidratos: 0g
  • Colesterol: 55mg
  • Fibra Alimentar: 0g
  • Gorduras Totais: 13g
  • Gorduras Saturadas: 3,1g
  • Gorduras Poliinsaturadas: 3,9g
  • Gorduras Monoinsaturadas: 3,8g
  • Sódio: 59mg
  • Potássio: 363mg
  • Vitamina A: 50IU
  • Vitamina C: 3,9mg
  • Cálcio: 9mg
  • Ferro: 0,3mg
  • Vitamina B6: 0,6mg
  • Vitamina B12: 3,2µg
  • Magnésio: 27mg

Água, chás e café na Dieta Japonesa

Apesar do café não ser uma das bebidas mais favoritas dos japoneses, outros derivados com cafeína estão presentes em suas refeições, mas no Brasil é uma das mais fáceis e baratas de encontrar e fazer. Já os chás e águas, são muito importantes na hora de emagrecer, melhorar a saúde e também eliminar toxinas de nosso organismo. Essas bebidas podem se tornar poderosos termogênicos, dos quais aceleram o metabolismo e fazem com que mais energia seja queimada durante o dia, ou seja, ajudam a emagrecer. É importante também beber pelo menos 2 litros de água, mais outros líquidos, todos os dias.

Utilize sempre um adoçante a base de stévia para adoçar o seu chá e café.

A Dieta Japonesa é uma dieta barata

Apesar dos valores dos peixes, principalmente do salmão não ser muito barato, o consumo de chás, café, legumes, frutas, verduras e algumas opções de carboidratos, como o arroz integral, tornam a dieta mais barata do que outras que exigem um monte de coisa. Ela apenas pede que você coma de forma saudável, o que elimina fast foods, comidas congeladas e outras opções que costumam deixar mais cara a sua alimentação.

Seja esforçado e faça todas as refeições diárias

Seja objetivo quanto a dieta, se você deseja emagrecer, e com saúde, esteja disposto (a) a fazer alguns sacrifícios. Uma dieta sempre trás algum momento de ansiedade e desânimo, foque apenas nos momentos felizes. Na mesma linha de raciocínio, não pule refeições, principalmente se o objetivo é emagrecer mais rápido. O organismo precisa estar com o metabolismo em pleno funcionamento e pular refeições além de ser prejudicial a saúde, também pode não trazer benefícios para o emagrecimento, justamente pelo fato do corpo “guardar” mais gorduras (energia), para os momentos de pico.

Quais as indicações de exercícios durante a dieta?

Como a dieta é focada na ingestão de legumes e proteínas, a obtenção de energias é menor do que em dietas com mais carboidratos, por isso é importante não exagerar na prática de exercícios físicos. Como em diversas dietas, caminhar por 30 minutos todos os dias, já é o suficiente. Não prolongue a dieta japonesa por mais que 7 dias, ou nem realize-a caso seja praticante de atividades intensas, inclusive no trabalho. Faça somente com indicação médica e nutricional.

Uma reeducação alimentar e os cuidados com reações adversas

A Dieta Japonesa exige que você faça uma reeducação alimentar, onde será utilizado mais itens naturais, legumes, verduras, frutas, o consumo de peixes, opções integrais de arroz, farinhas, apenas com algumas exceções. Assim como beber chás, muita água e versões desnatadas de leite e outros derivados. Essa nova alimentação deverá ser seguida e fazer parte de um projeto para mudar a sua vida. É importante que você mude, para não sofrer do efeito sanfona.

Entre as reações, está a falta de carboidratos, presentes em itens como massas, arroz, batatas e outros alimentos. Nos primeiros dias é comum fraquezas, mas caso você pressinta algum mal estar recorrente, pare imediatamente com a dieta. Por isso é importante que o seu médico indique os cardápios. Os carboidratos são os responsáveis por dar energia para o corpo, mas é preciso comer um carbo de qualidade, principalmente para manter os índices glicêmicos controlados.

Ideia de cardápio para a Dieta Japonesa

A Dieta Japonesa, desde que recomendada por seu médico e nutricionista, deverá ser seguida em média, por apenas 7 dias. Não faça nada com exagero e de forma extrema, siga corretamente as orientações médicas, pois cada biotipo, reage de forma diferente ao tratamento.

Para lhe dar uma ideia de como montar um cardápio de 7 dias da Dieta Japonesa, e apresentar para seu nutricionista (apesar de ser um trabalho dele) selecionamos algumas opções, que você confere a seguir:

Opções para a Segunda Feira: Chá ou café com adoçante para o café da manhã e da tarde. Dois ovos cozidos e verduras variadas no almoço. Bife de peito de frango temperado com alho e sal, alface e pepino picado para o jantar. Um copo de iogurte desnatado para a ceia.

Opções para Terça Feira: Chá ou café com adoçante + quatro unidades de biscoito água e sal para o café da manhã e da tarde. Um filé de peixe branco (tilápia, merluza) temperado com alho e sal, uma porção de verduras temperadas a gosto e uma pequena porção de salada de frutas para a sobremesa, no almoço. Rolinhos de presunto magro e queijo magro para o jantar. Chá verde com uma fatia de pão integral para a ceia.

Opções para Quarta Feira: Chá verde + quatro unidades de biscoito integral para o café da manhã e da tarde. Uma fatia (200g) de salmão + salada de tomate a vontade no almoço. Salada de chuchu, cenoura e repolho picado a vontade no jantar. Uma fatia de queijo magro com presunto magro para a ceia.

Opções para Quinta Feira: Uma porção de frutas para o café da manhã ou da tarde. Um ovo cozido com sal, uma fatia de peixe grelhado e uma porção de arroz integral para o almoço. Salada de frutas com iogurte natural para o jantar. Uma fatia de bolo light com farelos para a ceia.

Opções para Sexta Feira: Café ou chá com adoçante + biscoitos de água e sal para o café da manhã e tarde. Salada de tomate a vontade, um filé de frango grelhado, mais uma porção de macarrão com legumes (estilo yakisoba) para o almoço. Salada de frutas com iogurte para o jantar. Uma fatia de pão integral com gergelim e mel para a ceia.

Opções para Sábado: Chá de hibisco + seis unidades de biscoito água e sal para o café da manhã e tarde. Um filé de frango assado, quatro unidades de sashimi (ou uma porção de arroz japonês), e salada a vontade para o almoço. Dois ovos cozidos com sal + um potinho de iogurte desnatado. Um enroladinho de presunto e queijo magro para a ceia.

Opções para Domingo: Café da manhã ou chá com adoçante para o café da manhã e tarde. Sushis de salmão + yakisoba + um copo de suco detox da fruta ou vegetal que desejar, para o almoço. Cozido de verduras + uma porção de arroz integral para o jantar. Um chá de camomila com adoçante e quatro biscoitos água e sal integral.

E beba muita água durante toda a dieta.

Novamente frisamos que você só poderá realizar com autorização médica, e por no máximo sete dias.

Anterior Receita fitness de mandioca
Proximo Intolerantes a Lactose - TOP 10 melhores receitas FITNESS

Sobre o autor

Wes
Wes 495 posts

Apenas um apaixonado por receitas, academia, mundo fitness, dietas e escrever :)

Veja todos os artigos deste autor →

Voce pode gostar tambem

Dieta Hipocalórica – O que é e como fazer?

Toda dieta que possui uma ingestão de calorias abaixo do recomendado diariamente é considerada uma dieta hipocalórica (hipo = pouco/a). Mas ela conta com algumas restrições e é muito importante… Leia mais

Dieta da banana verde

Procurando por uma dieta que seja fácil de fazer e que é capaz de eliminar até 2kg em apenas 5 dias? Esta é a Dieta da Banana Verde, uma opção… Leia mais

Dieta termogênica

A dieta termogênica foi criada pela inglesa Cathi Graham e divulgada no livro “The Fresh Start Thermogenic Diet” e tem por principal objetivo a ingestão restritiva de alguns carboidratos, que… Leia mais

Dieta para engordar com saúde – Dieta Hipercalórica

Você sabe o que é uma dieta hipercalórica? Gostaria de engordar com saúde? Isso mesmo, hoje estaremos falando sobre um assunto que é pouco comentado, justamente por ser o inverso… Leia mais

Dieta da felicidade

Existem milhares de dietas diferentes no mundo todo, algumas funcionam muito bem, outras não passam de enganação, mas após anos pesquisando sobre essas dietas descobrimos que o segredo para emagrecer… Leia mais

Dieta para ganhar massa muscular

A dieta da massa muscular que é também conhecida como a dieta das proteínas é focada principalmente para o público masculino, mas você mulher que também está com vontade de… Leia mais

0 Comentarios

Sem comentarios!

Voce pode ser o primeiro a comentar comente esta postagem!

Escreva uma resposta