O que é a Happy Dance e como emagrecer?
01/04/2019 Comentarios 0 836 Visualizacoes

O que é a Happy Dance e como emagrecer?

O Happy Dance é uma modalidade muito praticada no Japão e nos Estados Unidos e que está com força total em muitos ambientes aqui no Brasil, mas mesmo com todo o seu sucesso, muitos ainda desconhecem desta prática bem divertida de exercícios e que ajuda e muito a emagrecer.

Para pode ficar bem na balança, é preciso praticar exercícios constantemente, claro sem muitos exageros, dando o devido descanso para o corpo para não sobrecarregar os músculos e acabar sendo prejudicial.

Os exercícios de musculação, pilates, CrossFit e outros dependendo do seu professor podem ser bem monótonos, onde em poucos dias você acaba enjoando e deixando de lado a prática das atividades físicas. Mas quem disse que estas devem ser atividades monótonas? O happy dance chegou para mudar este conceito.

Happy Dance, o que é?

Como o próprio nome americano já sugere, este exercício se trata de uma “dança feliz”, proporcionando para o praticante momentos de descontração, felicidade, mas ao mesmo tempo uma boa quantidade de exercícios e queima de calorias ao som de músicas agitadas e coreografias bem animadas.

Melhores receitas fitness da internet!

Esta modalidade tem sua origem nas escolas do Japão, onde os primeiros a colocar em prática esta maneira divertida de se exercitar, foram os próprios alunos em sala de aula. Ao longo dos dias a “moda” acabou migrando para diversas partes do mundo, onde foi adaptada para uma atividade física livre de regras e que pudesse ser praticada inclusive por aqueles que não contam com experiência.

O Happy Dance não tem um foco em coreografias perfeitas e sincronizadas com os outros alunos, mesmo sendo possível em muitos dos casos, mas sim na movimentação durante a sua execução. O estilo é com base em exercícios aeróbicos, poderosos na queima de calorias, que são previamente elaborados por educadores físicos, com foco em grupos musculares.

Além de ajudar a emagrecer, o happy dance ajuda a motivar os alunos no convívio social e também no desenvolvimento da autoestima.

Estilos musicais praticados no Happy Dance

A ideia é justamente a prática de exercícios com estilos musicais mais agitados. Há diversas versões de músicas em diferentes gêneros que são bem animados, então não é preciso se limitar às músicas eletrônicas e pop, que normalmente são usadas em academias. É possível se exercitar com as batidas de funk, hip-hop, eletro, rock, pop e até o sertanejo nosso de cada dia hahaha.

A regra é se divertir enquanto queima calorias.

Benefícios do Happy Dance

Se você está em busca de uma atividade física bem animada, o happy dance é indicado para todas as faixas etárias. A dança permite uma queima boa de calorias, melhora na circulação sanguínea, equilíbrio corporal, coordenação motora, fortalecimento de pernas, braços e praticamente todos os músculos de seu corpo.

Outro benefício está com relação ao desenvolvimento de consciência corporal. Este termo é usado com relação ao melhor conhecimento do corpo, capacidade de movimentação e adaptação aos limites corporais. Quem não consegue executar certos tipos de exercícios, poderá realizar movimentos que correspondem a sua capacidade.

Cinco melhores frutas para diabéticos!

A happy dance ajuda a melhorar a qualidade de vida, o humor e também aliviar o estresse do dia a dia. Há muitas empresas e escolas que adaptam exercícios “laborais” com base neste estilo, para além de integrar socialmente os funcionários/alunos, possa ajudar a relaxar antes de um dia cansativo de outras atividades.

Emagrecendo sem ter vergonha

Como é uma atividade sem preconceitos, focada exclusivamente na alegria de quem pratica, a happy dance proporciona aos praticantes uma atividade sem qualquer tipo de vergonha. Ao longo dos dias o aluno irá desenvolver uma autoconfiança, que pode inclusive refletir positivamente na execução de tarefas do dia a dia.

Começando em casa

Se mesmo sabendo que a happy dance é algo a ser praticado por todos, sem qualquer vergonha, ainda sim há um receio, que tal começar os exercícios em casa? Todos os dias separe 30 minutos, chame todos de sua família ou alguns amigos, coloque músicas animadas (há diversos playlists no Youtube, Spotify) e comece a se agitar.

Ao longo dos dias crie coreografias e então você está pronto para ir até uma academia ou até mesmo dançar em festas de verdade.

Lembre-se de não abusar muito, sempre dando o devido descanso para o seu corpo.

Sugestões de músicas para praticar o Happy Dance

Segue uma lista de músicas para você praticar as suas coreografias de happy dance:

  • Waka Waka (Shakira);
  • Amor Falso (Wesley Safadão e Aldair Playboy ft. Kevinho);
  • Worth It ft. Kid Ink (Fifth Harmony);
  • Sorry (Justin Bieber);
  • Sim Ou Não (Anitta Feat Maluma);
  • Loka (Simone & Simaria ft. Anitta);
  • Paradinha (Anitta);
  • Ta Tum Tum (Kevinho e Simone & Simaria);
  • Ginga (IZA);
  • Você Partiu Meu Coração (Nego do Borel ft. Anitta, Wesley Safadão);
  • Cheguei (Ludmilla);
  • Hear Me Now (Alok, Bruno Martini feat. Zeeba);
  • Vou Desafiar Você (Sapão);
  • Não Deixo Não (Mano Walter);
  • Não Fala Não Pra Mim (Humberto e Ronaldo feat. Jerry Smith);
  • Aviões – Inquilina (Xand Avião);
  • Propaganda (Jorge & Mateus);
  • Oi (Léo Magalhães);
  • TWRK – NOLIA (Trap City);
  • Showtek – We Like To Party (Trap City).

Conhece mais alguma outra música interessante para dançar? Deixe seus comentários. Se achou interessante, compartilhe!

Farinha de arroz fitness!

Anterior Os 4 melhores exercícios para pernas
Proximo Conheça o exercício Stiff e seus benefícios

Sobre o autor

Wes
Wes 755 posts

Apenas um apaixonado por receitas, academia, mundo fitness, dietas e escrever :)

Veja todos os artigos deste autor →

Voce pode gostar tambem

Suplemento Hica Max

Hica Max é um poderoso suplemento fabricado pela empresa Labrada, que tem por principal função estimular o crescimento muscular. E hoje estaremos falando um pouco mais sobre esta opção para… Leia mais

Nutritional Yeast: O que é este suplemento vegano

O Nutritional Yeast é um produto alimentar muito popular na culinária vegana, onde em algumas receitas podemos observar este suplemento/fermento como um dos ingredientes principais. Este suplemento vegano conta com… Leia mais

4 dicas para substituir a farinha branca/trigo

Encontrar substitutos para a farinha branca/trigo pode não ser uma tarefa tão fácil, além é claro de que muitas das opções presentes no mercado possuem valores bem mais altos do… Leia mais

0 Comentarios

Sem comentarios!

Voce pode ser o primeiro a comentar comente esta postagem!

Escreva uma resposta