Dieta Hipertireoidismo e Hipotireoidismo – Cardápio de uma semana
11/03/2018 Comentarios 4 3231 Visualizacoes

Dieta Hipertireoidismo e Hipotireoidismo – Cardápio de uma semana

Você está com problemas na tireoide? Hoje estaremos apresentando neste excelente artigo tudo sobre a tireoide, dietas para hipertireoidismo e hipotireoidismo, principais sintomas causadores dos problemas, alimentos indicados para o tratamento e reposição de vitaminas e minerais, explicando sobre Hashimoto e Bócio, tirando suas principais dúvidas em relação ao assunto e também apresentando um cardápio completo de sete dias para esta dieta.

O que é a tireoide?

A tireoide é uma das glândulas mais importantes do corpo humano. Ela fica localizada na parte inferior do pescoço, abaixo do “pomo de adão” e possui a forma de uma “borboleta”. Sua principal função é regular a produção de hormônios T3, conhecidos como triiodotironina e o T4, a tiroxina. Esses hormônios são responsáveis por regular as funções do cérebro, rins, coração e até mesmo do fígado.

Quando uma tireoide começa a sofrer problemas, ela pode liberar em quantidades desreguladas estes hormônios, causando a falta deles, conhecida como hipotireoidismo ou de maneira exagerada, o famoso hipertireoidismo.

onde fica tireoide borboleta

O que é hipertireoidismo?

O hipertireoidismo é uma doença ocasionada pela grande produção de hormônios através da tireoide. É uma doença mais comum entre as mulheres. Quando não tratado o hipertireoidismo pode levar a outras doenças, onde entre os mais graves estão a osteoporose e outros nos ossos e também insuficiência cardíaca congestiva e batimentos cardíacos irregulares e acelerados.

Pacientes que sofrem de hipertireoidismo devem ingerir até 20% a mais de calorias do que o recomendado diariamente. Esse aumento é capaz de manter o peso e a energia em níveis adequados. Os alimentos que são ricos em nutrientes e proteínas são os principais recomendados para o tratamento, diminuindo os problemas musculares devido ao metabolismo acelerado. Os alimentos que devem ser inseridos no cardápio, precisam ser saudáveis e com pouca gordura, pois ingerir um maior número de calorias, não significa comer de forma errada.

Alimentos ricos em cálcio e vitaminas C e E são os mais recomendados para quem tem hipertireoidismo. Os ricos em cálcio, suprem a necessidade de repor a perca pelo metabolismo acelerado, onde por consequência reduzem a massa óssea, aumentando as chances de desenvolver uma osteoporose. Mas para aumentar a densidade óssea e o organismo realizar a absorção do cálcio, é necessário também ingerir alimentos com vitamina D, potássio e magnésio. Já as vitaminas C e E, são responsáveis para dar mais saúde as células, sendo ótimos antioxidantes, pois com o metabolismo acelerado, um aumento de radicais livres pode trazer sérios problemas para a saúde.

O que é hipotireoidismo?

Já o hipotireoidismo é a ausência ou insuficiência na produção de hormônios essenciais para o organismo pela tireoide. Com a diminuição destes hormônios o organismo passa a funcionar mais lentamente, fazendo com que a todo o sistema digestivo, por exemplo, funcione mais lentamente, trazendo consequências como a prisão de ventre. O coração também começa a trabalhar mais devagar, sendo muito prejudicial para a saúde, além é claro de todos os outros órgãos funcionarem também de forma mais lenta.

O tratamento para o hipotireoidismo normalmente é feito com a ingestão de medicamentos que repõe os hormônios não produzidos pelo organismo. E também a ingestão de alimentos com minerais como selênio, iodo, cobre, zinco, manganês, ferro, vitaminas B, C, D, A e E, além de ômega3 é muito importante para a saúde da tireoide.

O selênio por exemplo é um mineral fundamental para a produção de hormônios da tireoide, onde age como um antioxidante, diminuindo o envelhecimento precoce das células, o que por consequência diminui os riscos de desenvolver tumores. Mas não coma em exagero, pois de forma exagerada, faz o efeito contrário.

Já a tirosina é também muito importante para quem possui hipotireoidismo, sendo uma substância essencial para a produção do hormônio T4. Ele é um aminoácido que também faz parte da produção de adrenalina e dopamina, ajudando a controlar os problemas da tireoide.

E outro mineral importante para o tratamento desta enfermidade é o iodo. O mineral é essencial para a formação dos hormônios da tireoide, controlando as versões inativas em ativas. A ingestão deve ser feita de forma moderada, onde a recomendação diária é de 150mg para adultos e de 90mg para crianças, pois os exageros fazem com que ocorram efeitos contrários na tireoide. Tenha uma alimentação balanceada e saudável.

Hashimoto e Bócio, outros problemas da tireoide

Hashimoto: Esse problema é uma inflamação que ocorre na tireoide, na qual se torna uma doença autoimune, ocasionada por um erro no sistema imunológico, onde o organismo começa a produzir anticorpos contra as células da tireoide. Para tratar este problema, é feito um acompanhamento com reposição hormonal da levotiroxina, no qual é deixado de produzir pelo organismo, quando já está em estágio avançado.

Bócio: Já o bócio é um aumento do volume da tireoide ou inchaço do “papo”. Este inchaço ocorre principalmente pela falta de iodo no organismo, mas há inúmeros casos em que este volume do ‘papo’ aumenta por conta de tumores na tireoide.

bocio problema tireoide dieta hipotireoidismo hipertireoidismo

Principais sintomas de problemas na tireoide

Principais sintomas do hipotireoidismo:

  • Dificuldade de concentração
  • Indisposição
  • Depressão
  • Diminuição do raciocínio
  • Déficit de memória
  • Diminuição de batimentos cardíacos (bradicardia)
  • Intestino preso
  • Anemia
  • Aumento do colesterol
  • Distúrbios nos ciclos menstruais
  • Sono excessivo
  • Apatia
  • Comprometimento do crescimento em crianças
  • Inchaços
  • Infertilidade

Sintomas gerais de problemas na tireoide:

  • Dificuldade para emagrecer
  • Perca de atenção
  • Perca de concentração
  • Perca de memória recorrente
  • Mãos e pés frios no período noturno principalmente
  • Dificuldade para suar, mesmo realizando exercícios físicos
  • Baixa no libido
  • Desânimo e dificuldade para a iniciação de tarefas
  • Unhas frágeis
  • Queda de cabelo
  • Baixo crescimento de cabelo
  • Cansaço e sono diurno
  • Desconfortos em baixas temperaturas
  • Pele ressecada
  • Prisão de ventre
  • Mau humor ao acordar
  • Sono excessivo

Principais alimentos para melhorar a produção de hormônios para a tireoide

Para ter um equilíbrio nos hormônios produzidos pela tireoide é preciso ter uma dieta balanceada, onde boa parte estão presentes nos alimentos comuns de nosso dia a dia. Entre os nutrientes e vitaminas para o equilíbrio, estão o zinco, selênio, ferro, iodo, cobre, manganês, vitaminas do complexo B, vitamina A, vitamina C, vitamina D, vitamina E e a tirosina. Para facilitar a vida de quem sofre de algum problema na tireoide, confira a seguir uma lista de alimentos que possuem os nutrientes acima:

  • Alimentos com zinco: Sardinha, ostra, carne de cordeiro, carne vermelha, sementes de girassol, castanhas do Pará, nozes, amêndoas, ervilhas, gengibre e carne de peru.
  • Alimentos com selênio: Carne vermelha, atum, vísceras bovinas, cogumelos, castanha do Pará, linhaça e sementes de girassol.
  • Alimentos com ferro: Feijões, espinafre, lentilhas, ostra, carne e vísceras bovinas.
  • Alimentos com iodo: Frutos do mar, ovos, algas, cogumelos, espinafre, gergelim, alho, abobrinha, couve e aspargos.
  • Alimentos com cobre: Ostras, cogumelo, feijões, nozes, tomate, chocolate amargo e carnes de todos os tipos.
  • Alimentos com manganês: Sementes de abóbora, linhaça, chia, nozes, chocolate amargo, frutos do mar, quiabo, grão de bico, palmito e abacaxi.
  • Alimentos com vitaminas do complexo B: Ovos, vísceras, laticínios, pão integral, levedos, arroz integral, peixes, frango, banana e feijões.
  • Alimentos com vitamina A: Cenoura, couve, abóbora, batata doce, espinafre, melão, mamão, manga, brócolis, alface e fígado.
  • Alimentos com vitamina C: Frutas cítricas em geral, limão, goiaba, brócolis, couve flor, morango, pimentões, folhas verdes escuro.
  • Alimentos com vitamina D: Frutos do mar, cogumelos, laticínios e ovos. (O melhor fornecedor de vitamina D é o sol, tire ao menos 15 minutos por dia).
  • Alimentos com vitamina E: Amendoim, azeite de dendê, abacate, amêndoas, sementes de girassol, feijões, verduras de folhas e aspargos.
  • Alimentos com tirosina: Linhaça, sementes de abóbora, gergelim, algas, ovos, tofu, shoyu, carne de peru, carne de frango, carne vermelha, peixes, amêndoas, queijo cottage, feijões e folhas verdes.

tudo sobre tireoide dieta cardapio sintomas

A glândula da tireoide comanda todo o metabolismo

Sendo uma das maiores glândulas de nosso organismo, a tireoide é responsável por garantir o equilíbrio de todo o nosso corpo, sendo uma das mais importante para a saúde, quando em bom funcionamento. O hormônio que ela produz é essencial para o metabolismo, com interferência direta no desenvolvimento, na fertilidade, nos ciclos menstruais, no aumento e diminuição de peso e também no controle emocional.

Para que ela fique equilibrada, é importante manter uma dieta balanceada, com minerais como o selênio e iodo, além de vitaminas A, C, D, E, ômega3 e ômega6 entre outros essenciais para o organismo. É indicado também que seja realizado ao menos um exercício físico por dia, para ajudar no trabalho do metabolismo e regulando também a tireoide.

Cardápio de 7 dias (uma semana) para o controle da tireoide

O cardápio a seguir é uma sugestão! Cada paciente precisa de um tratamento específico e ele deve ser indicado por seu médico, nutricionista ou endocrinologista. Consulte primeiramente o médico, faça os exames necessários e então se alimente de forma mais saudável.

Não prolongue o consumo por mais de uma semana.

Opções de cardápio para o primeiro dia da semana (Domingo):

Café da manhã.

  • Um copo (200ml) de suco de tangerina batido com uma colher (sopa) de linhaça, uma xícara (chá) de chá verde (200ml) ou uma xícara (café) de café (50ml).
  • Uma fatia de pão integral com uma colher (sopa) de queijo cottage.
  • Seis ovos de codorna.

Lanche da manhã.

  • Um pote (170ml) de iogurte natural batido no liquidificador com duas ameixas.

Almoço.

  • Uma porção grande de salada de alface americana, com tomate cereja, cebolinha picada e cenoura ralada.
  • Duas colheres (sopa) de farofa de ovos.
  • Duas fatias de peito de peru assado ou grelhado.
  • Três colheres (sopa) de couve flor feita no vapor.

Café da tarde.

  • Um copo (200ml) de suco de abacaxi, batido no liquidificador com uma colher (sopa) de chia, uma colher (sopa) de sementes de abóbora e folhas de hortelã.

Jantar.

  • Um ovo cozido
  • Uma torrada de pão integral
  • Um prato de sopa de palmito com couve flor e algas (hidrate as algas e cozinhe o palmito e a couve flor com temperos a gosto, creme de arroz, leite e gemas).

Ceia.

  • Meia manga

Opções de cardápio para o segundo dia da semana (Segunda-feira):

Café da manhã.

  • Um copo (200ml) de suco de laranja batido com acerola, uma xícara (chá) de chá preto (200ml) ou uma xícara (café) de café (50ml).
  • Uma fatia de pão integral com uma colher (sopa) de cottage.
  • Dois ovos cozidos.

Lanche da manhã.

  • Meia maçã.
  • Duas castanhas do Pará.
  • Quatro amêndoas.

Almoço.

  • Salada de rúcula, alface, tomate e cebola a vontade.
  • Duas colheres (sopa) de arroz integral.
  • Uma concha de feijão preto.
  • Uma posta de cavala (grelhada).
  • Três colheres (sopa) de quiabo refogado.

Café da tarde.

Uma banana amassada com uma colher (sopa) de chia e uma colher (sopa) de gergelim.

Jantar.

  • Três colheres (sopa) de abóbora refogada e temperada com alho
  • Um filé de peito de frango grelhado
  • Salada de tomate com uma colher (sopa) de palmito, uma colher (sopa) de milho verde e uma colher (sopa) de pimentão verde picado.

Ceia.

  • Uma laranja.

Opções de cardápio para o terceiro dia da semana (Terça-feira):

Café da manhã.

  • Um copo (200ml) de suco de laranja, batido no liquidificador com uma colher (sopa) de aveia e um pedaço de gengibre.
  • Uma fatia de pão integral com duas fatias de peito de peru.

Lanche da manhã.

  • Um pote (170ml) de iogurte natural misturado com uma colher (sopa) de cacau em pó.

Almoço.

  • Salada de rabanete, com alface roxo, palmito e tomate a vontade.
  • Três colheres (sopa) de abobrinha refogada.
  • Uma porção de macarrão integral com molho de tomate.
  • Uma coxa e sobrecoxa de frango (sem pele) grelhada, temperada com alho, sal e gengibre.

Café da tarde.

  • Uma xícara (chá) de chá (sabor que desejar).
  • Uma torrada integral com uma fatia de queijo minas.

Jantar.

  • Uma posta de atum com molho de tomate, azeitonas picadas e uma colher (sopa) de cebola picada.
  • Uma salada de tomate cereja, cebolinha, salsa e palmito a vontade.
  • Três colheres (sopa) de espinafre refogado.
  • Duas colheres (sopa) de arroz integral.

Ceia.

  • Uma copo (200ml) de leite morno misturado com canela e uma colher (sopa) de farinha de coco.

Opções de cardápio para o quarto dia da semana (Quarta-feira):

Café da manhã.

  • Um copo (200ml) de vitamina de abacate.
  • Uma fatia de pão integral (com uma colher de óleo de coco) e uma fatia de queijo minas.

Lanche da manhã.

  • Uma tangerina.

Almoço.

  • Uma porção de macarrão integral com molho de tomate e cogumelos.
  • Quatro colheres (sopa) de carne moída (magra) refogada.
  • Salada de tomate cereja com repolho e alface a vontade. Tempere a gosto.

Café da tarde.

  • Seis amêndoas.
  • Um tablete de chocolate amargo.
  • Uma xícara (chá) de chá com o sabor que desejar.

Jantar.

  • Uma sardinha grelhada.
  • Três fatias de batata doce cozida.
  • Uma salada de agrião, tomate e alface a vontade.

Ceia.

  • Um pote (170ml) de iogurte natural batido no liquidificador com uma colher (sopa) de farinha de coco, meia maçã e uma colher (sopa) de abacate.

Opções de cardápio para o quinto dia da semana (Quinta-feira):

Café da manhã.

  • Um copo (200ml) de suco de uva batido no liquidificador com duas castanhas do Pará e uma colher (sopa) de farinha de linhaça.
  • Uma tapioca recheada com dois ovos cozidos e uma fatia de queijo minas. (coloque uma colher de óleo de coco no recheio).

Lanche da manhã.

  • Duas fatias de abacaxi.

Almoço.

  • Salada de cenoura ralada, palmito e folhas verdes a vontade.
  • Um filé de peito de frango grelhado.
  • Três colheres (sopa) de repolho refogado.
  • Três colheres (sopa) de batata assada e temperada com alecrim e alho.

Café da tarde.

  • Uma fatia de chocolate amargo.
  • Uma xícara (chá) de chá verde.

Jantar.

  • Chuchu cozido e temperado a vontade.
  • Três colheres de sopa de um refogado de quinoa, algas, alho, tomate e temperado a gosto.
  • Um filé bovino (bife) grelhado.

Ceia.

  • Um kiwi.

Opções de cardápio para o sexto dia da semana (Sexta-feira):

Café da manhã.

  • Meio mamão papaia batido no liquidificador com uma colher (sopa) de linhaça e meio pote de iogurte natural.
  • Um pão árabe integral com uma colher (sopa) de queijo cottage e duas fatias de peito de peru.

Lanche da manhã.

  • Uma xícara (chá) de morango picado.

Almoço.

  • Duas fatias de carne assada magra.
  • Duas colheres (sopa) de arroz integral.
  • Duas colheres (sopa) de couve refogada.
  • Uma concha de feijão preto.
  • Salada de agrião, cenoura, beterraba e alface a vontade.

Café da tarde.

  • Uma fatia de pão integral com uma colher (sopa) de queijo cottage.
  • Uma xícara (café) de café.

Jantar.

  • Abobrinha temperada e refogada a vontade.
  • Duas postas de sardinha grelhadas.
  • Três colheres (sopa) de purê de batatas (pode ser batata doce).

Ceia.

  • Meia manga.
  • Três nozes.

Opções de cardápio para o sétimo dia da semana (Sábado):

Café da manhã.

  • Um copo (200ml) de suco de laranja batido no liquidificador com uma cenoura e duas castanhas do Pará.
  • Dois ovos cozidos.
  • Uma torrada integral com óleo de coco.

Lanche da manhã.

  • Um pote (170ml) de iogurte natural batido no liquidificador com uma colher (sopa) de chia e quatro unidades de uvas passas (sem caroço).

Almoço.

  • Duas fatias de peito de peru assado.
  • Uma concha de grão de bico cozido.
  • Salada de tomate cereja, pimentão amarelo e folhas verdes a vontade.
  • Três colheres (sopa) de brócolis refogado.

Café da tarde.

  • Um copo (200ml) de suco de acerola, batido com banana (meia unidade) e cinco amêndoas.

Jantar.

  • Um prato fundo de caldo verde (confira a receita).
  • Uma fatia de mussarela de búfala.
  • Uma porção pequena de tomate em rodelas, orégano e manjericão.

Ceia.

  • Uma xícara (chá) de camomila com leite integral.
  • Uma torradinha integral com queijo cottage.

Respostas para as principais dúvidas sobre a tireoide

Apenas com as dicas acima e com o autoexame é possível ter certeza dos problemas na tireoide? A resposta é não. É possível identificar algumas das suspeitas, como os sintomas que citamos acima, ou através do toque no pescoço, identificando nódulos ou o crescimento repentino no bócio (papo). A confirmação dos problemas na tireoide só é feito através de exames solicitados por seu médico.

Ao fazer uma cirurgia para a retirada da tireoide é possível viver normalmente? Depende. Se o paciente que realizar a cirurgia seguir corretamente a todas as indicações médicas, pois os hormônios podem ser obtidos através de medicamento, não trazendo consequências para o organismo. Mas se o paciente não fizer o acompanhamento e indicações, irá ficar sem a produção dos hormônios, o que trás sérias consequências a longo prazo para o corpo.

Mulheres com problemas na tireoide podem engravidar? Sim. Mas é preciso antes de iniciar a gravidez, realizar um tratamento para fertilidade e também para o aumento de libido. Após engravidar, a paciente deverá realizar além de um acompanhamento pré natal, também um com seu médico endócrino, para não trazer sérias consequências, principalmente neurológicas para o bebê.

Preciso estar sentindo dor para estar com problemas na tireoide? Não. As doenças nas tireoide são silenciosas, só sentidas através dos sintomas e de exames específicos. As únicas situações que o problema na tireoide pode acarretar em dores, é quando há formação de nódulos na garganta, ou quando há um câncer em estágio avançado.

É possível identificar problemas de tireoides em bebês? Sim, ao realizar o teste do pezinho (triagem neonatal), já é possível identificar diagnósticos relacionados a tireoide.

Pessoas com depressão podem ter problemas na tireoide? Sim. Inclusive este pode ser um dos problemas que causou a depressão. É preciso fazer os exames necessários para identificar o problema.

Mulheres podem ter problemas na tireoide durante a menopausa? Sim. Mulheres entre 40 e 60 anos, em período de menopausa, são algumas das mais atingidas por esse problema, principalmente o hipotireoidismo. É também preciso ao menos uma vez no ano realizar exames para verificar essa situação.

Tem mais alguma dica? Deixe seus comentários. Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos e ajude o site a crescer!

Anterior Camarão Fitness proteico com salada de Kani
Proximo Os 9 melhores benefícios do camarão para a saúde

Sobre o autor

Wes
Wes 590 posts

Apenas um apaixonado por receitas, academia, mundo fitness, dietas e escrever :)

Veja todos os artigos deste autor →

Voce pode gostar tambem

Dieta do Jejum intermitente – O que é? Como fazer, perigos, dicas e mais

A Dieta do Jejum Intermitente é um método que vem desde 2017 ganhando diversos adeptos pelo mundo e que está aos poucos fazendo parte do “estilo de vida” dos brasileiros…. Leia mais

VLCD Dieta do Alimento em pó

A VLCD ou Dieta do Alimento em Pó como também é conhecida, é uma dieta focada na ingestão de proteínas, com baixos índices de carboidratos e gorduras, do qual está… Leia mais

Dieta do abacaxi para emagrecer – Dieta de la piña

A dieta do abacaxi ou dieta de la piña é indicada para perder peso em três dias, onde eliminar gorduras do corpo está como seu principal objetivo, desde que com… Leia mais

Tudo sobre a Dieta Cetogênica

Seu médico indicou uma dieta chamada Cetogênica e você gostaria de obter um pouco mais de informações sobre ela? Então neste artigo você irá encontrar tudo sobre a dieta cetogênica,… Leia mais

Dieta termogênica

A dieta termogênica foi criada pela inglesa Cathi Graham e divulgada no livro “The Fresh Start Thermogenic Diet” e tem por principal objetivo a ingestão restritiva de alguns carboidratos, que… Leia mais

Dieta da Maçã – Emagreça comendo 3 maçãs por dia

Você já ouviu falar na Dieta da Maçã? Sendo uma fruta rica em fibras solúveis e de baixas calorias, ela está entre uma das mais indicadas por nutricionistas. Com o… Leia mais

4 Comentario

  1. vera
    setembro 12, 19:21 Responda

    sou portadora de hipertiroidismo controlado da forma que e possivel.Inclusive com uma dieta que se iguala a essa sugestao do site.Mesmocom o controle e sempre indicado falar sempre com o medico.Agradeço as informaçoes.Vera

    • Wes
      setembro 13, 09:38 Responda

      Obrigado pelo comentário Vera! Isso, sempre procure o médico primeiramente! Toda saúde do mundo para você!

  2. Luciana
    janeiro 23, 19:20 Responda

    Oi meu nome é Luciana eu tenho hipertireoidismo e vi em outros sites que não posso soja glúten e verduras cruciferas qual os alimentos ideais para consumir

    • Wes
      janeiro 30, 10:45 Responda

      O mais certo é consultar o seu médico ou nutricionista, mas caso não possa realizar esta consulta, damos algumas dicas de alimentos aqui no site. Faça suas buscas.

Escreva uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.